A Família é um Plano de Deus e Maio é o Mês da Família

A família, é uma instituição divina. E Deus dispensa especial carinho e atenção a essa instituição, idealizada para proporcionar ao homem e à mulher amor incondicional, suprir as necessidades físicas e emocionais de cada um de seus membros, suavizar a solidão e fornecer refúgio seguro e certo contra as pressões e as turbulências do mundo. Para Deus, a família é um treinamento para a vida.

A postura da sociedade moderna tem contribuído sensivelmente para a destruição de uma de suas instituições milenares: o casamento! Opções cada vez mais liberais, habituais e freqüentes, como infidelidade, dissoluções familiares e divórcio já não nos chocam tanto; na verdade, quase chegamos a nos acostumar com elas.
Atualmente, não é muito fácil encontrarmos casais felizes. Contudo, a estabilidade conjugal deveria ser a regra e não a exceção. A infelicidade na vida familiar não pode pairar sobre nossa cabeça como uma sentença ameaçadora. Deus fornece em sua Palavra vários conceitos que, se praticados, facilitam o esforço que as pessoas fazem para atingir o ideal de construir um lar feliz.
Na Bíblia, há instruções para os maridos e para as esposas, algumas específicas (Efésios 5.22-23) e outras gerais, que podem enriquecer o convívio conjugal (Filipenses 2.3-1 1). Já 1 Coríntios 13 descortina os segredos do amor verdadeiro.
Se você está enfrentando problemas no seu casamento, não corra de Deus, mas para Deus. Não desista! Há esperança e saídas. Deposite suas dificuldades aos pés da cruz de Cristo. Ore incansável e incessantemente pedindo ao Senhor que ministre à sua vida por moio çla sua Palavra. Converse com seu cônjuge. Exponham suas dúvidas, sentimentos, emoções, preocupações, necessidades mútuas e orem juntos a respeito do que lhes aflige. É provável que não aconteçam mudanças instantâneas, mas, certamente, elas ocorrerão. A Palavra de Deus é viva e eficaz e ela tem poder para transformar vidas e casamentos. Se buscarmos o Senhor e nos dispusermos a seguir suas recomendações, ele nos dará forças para fazermos o nosso casamento reviver das cinzas.
Lares estáveis e felízes: esta é a vontade de Deus. Portanto, unam-se a ele e aceitem o desafio de construir — ou reconstruir — um casamento mais amoroso, saudável e feliz.
Especialmente nos grandes centros urbanos, o ativismo,o corre- corre diário — atribulado, atarefado — caracterizam o dia-a-dia das pessoas. Em todas as esferas da vida, o ser humano é avaliado pelas suas realizações e produtividade.
Como a graça de Deus, então, pode ser inserida à nossa vida? Em nosso cotidiano, principalmente no que se refere a nossos relacionamentos familiares, nossas expectativas sobre as bênçãos do Senhor acabam dependendo do nosso desempenho na vida cristã. Somos estimulados e ensinados a estudar a Bíblia, orar, ir à igreja,testemunhar e desenvolver vários outros tipos de práticas cristãs. Convencidos disso assimilamos a idéia de que, se não cumprirmos nossas “obrigações cristãs deixaremos de receber as bênçãos de Deus.
A bem da verdade, nossa fidelidade a tais práticas contribuem para o nosso amadurecimento na vida cristã, e são indispensáveis para estreitar nosso relacionamento pessoal com Deus.
Entretanto,o apóstolo João testemunhou:”A Palavra se tornou um ser humano e morou entre nós, cheia de graça e de verdade (João 1.14) e Paulo, em Efésios 2.8-9 argumentou:”Pois pela graça de Deus vocês são salvos por meio da fé. Isso não vem de ocês— mas é um presente dado por Deus.A salvação não é o resultado dos esforços de vocês; portanto, ninguém pode se orgulhar de tê-la. Nós precisamos nos conscientizar, de uma vez por todas, que cada bênção que recebemos de Deus nos é dada por sua graça, porque o Senhor Jesus Cristo possibilitou que isso acontecesse por meio de sua morte na cruz e da sua ressurreição.
Somos pecadores, frágeis, vulneráveis e, pelos nossos próprios esforços, jamais conseguiremos atingir os padrões de Deus. Apesar de aparentemente ser uma incoerência, é exatamente essa fragilidade, essa vulnerabilidade e incapacidade que nos qualificam a receber a graça de Deus. Receba a graça do Pai revelada no Filho. Transmita-a em seus relacionamentos familiares e interpessoais.
Versículos para meditação:

Mateus 5—7;João 15.1-14; Efésios 5.15-21; Filipenses 2.1-5; Colossenses 3. 12-17.
João 1.14; 2Corín tios 8.9; Tito 3.5; Hebreus 4.16.

Deus cuida das famílias

Deus cuida das famílias

Compartilhe

One thought on “A Família é um Plano de Deus e Maio é o Mês da Família

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *