A História do Bom Samaritano

Um certo homem que era doutor da lei chegou a jesus, certo dia, com a finalidade de colocá-lo à prova.
Ele disse assim: Mestre, que devo fazer para obter a vida eterna?”
Jesus respondeu com outra pergunta: “O que está escrito na lei? Como você interpreta?”
“Bem, devo amar a Deus sobre todas as coisas, com todo fervor, compreensão, alma, coração e também amar ao próximo como se ele fosse eu mesmo!”
Jesus disse: “A sua resposta está correta! Faça isso e viverás.”’
– Mas o doutor da lei, querendo encontrar alguma desculpa, perguntou a jesus: “Mas quem é o meu próximo?”
O Mestre exemplificou contando uma parábola:
“Um certo homem estava viajando de jerusalém para jericó e, no caminho, vieram ladrões e o assaltaram.
Os assaltantes levaram tudo dele e ainda o espancaram, deixando-o jogado ao chão quase morto.
Casualmente, um sacerdote ia passando por aquele mesmo trajeto e, vendo o homem no chão, passou bem longe dele.
Em seguida, passou um levita que, ao ver o homem ferido no chão, fez o mesmo, passou bem afastado dele.
Porém, um certo samaritano que por ali passava, vendo o homem em um estado tão lastimável, ficou com pena e dele se aproximou. E, junto ao homem, começou a cuidar de seus ferimentos. Com todo o cuidado, o samaritano colocou o pobre homem sobre o seu próprio animal, levou-o a uma hospedaria e tratou dele.
No dia seguinte, tirou ainda dois denários e deu ao dono da pensão, dizendo: ‘Cuide desse homem e, se for preciso gastar mais, eu lhe pagarei quando voltar.’, disse o samaritano.”
jesus perguntou ao doutor da lei qual dos três homens de sua parábola é que tinha sido o próximo do homem assaltado.
O doutor não teve dúvidas: “O próximo do homem assaltado foi aquele que agiu com misericórdia cuidando dele.”
Jesus resumiu para ele dizendo apenas: “Vá e faça da mesma maneira.”
Quem presta ajuda ao próximo está mais próximo de Deus!
O Bom Samaritano

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *