Adão e Eva e o Pecado

Após a criação dos céus e da terra, Deus olhou tudo quanto tinha feito e disse: “isto é muito bom!”

E foi então que o SENHOR Deus criou o homem do pó da terra e soprou em seus narizes o fôlego da vida; e o homem foi feito alma vivente. Este homem se chamava Adão, e Deus colocou-lhe no Jardim do Éden. Adão deu nome a todo ser vivente, a todo gado, e as aves do céu e a todo animal do campo e peixes das águas. Deus tinha feito muitas árvores de diversos tipos; muitas possuíam frutos. Porém Deus disse a Adão para não comer o fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal.

Deus avisou: “Adão, se você comer do fruto daquela árvore você vai morrer.”

Tudo era belo e perfeito, havia animais, plantas, árvores, rios, mas Deus percebeu que faltava uma companhia para Adão. Deus sabia de todas as necessidades de sua criação. Foi então que ele fez Adão adormecer profundamente. Enquanto Adão dormia, Deus tirou uma de suas costelas e dela, fez a mulher, Eva. Agora Adão não estava mais só, ele teria Eva como sua companheira. Adão e Eva viviam alegremente no imenso Jardim do Éden e cuidavam de tudo ali, naquele lugar maravilhoso que Deus havia criado.

Adão e Eva no ParaísoLá no paraíso, a serpente era uma das criaturas feitas por Deus. Ela era muito esperta. E Satanás, inimigo de Deus, veio até o jardim na forma de uma cobra para destruir a paz e a harmonia que Deus tinha criado.

Um dia, a serpente perguntou a ’Eva: “Deus disse que vocês poderiam comer de todas as frutas das árvores que estão plantadas no jardim, não foi?”

“Bem respondeu Eva, “podemos comer de quase todas as árvores, menos da árvore do conhecimento do bem e do mal. Se comermos daquela árvore, Deus disse que iríamos morrer.” Mas a serpente afirmou que isso não era verdade e explicou: “Caso vocês comam daquela fruta, serão como Deus; saberão a respeito do bem e do mal.”

Eva, então, olhou meio desconfiada para aquela bela e tentadora fruta e pensou que apenas um pedacinho a tornaria muito sábia. Logo em seguida, comeu um pedaço da fruta e deu um pouco a Adão para ele se tornar sábio também.

No entanto, nada do que a serpente tinha dito se tornou realidade. Adão e Eva sentiram-se culpados por terem feito algo errado. Os dois tinham desobedecido ao Criador.

Mais tarde, quando o dia estava terminando, Deus foi procurá-los no jardim. Chamou-os, mas eles não apareceram.

Os dois foram se esconder entre as árvores, pois notaram que estavam nus. Pegaram algumas folhas e cobriram a sua nudez.

Mas Deus continuou a procurar e a chamar: ‘Adão, onde você está?”

Então, bem devagar, Adão e Eva saíram do lugar onde estavam escondidos. “Estávamos com medo porque sabemos que fizemos algo muito errado; comemos um pouco da fruta da única árvore que foi proibida, Senhor!”

Deus ficou bastante desapontado e triste com os dois. Ele sabia que Adão e Eva tinham desobedecido.

adao-e-evaAdão disse a Deus que a culpa era toda de Eva, a companheira que Deus lhe tinha dado. “Foi Eva quem me deu da fruta daquela árvore e, então, comi.”, disse Adão, tentando arranjar uma desculpa.

Mas Eva também não quis assumir a responsabilidade e disse: “Foi a serpente que me enganou, e eu comi.”

Por causa da desobediência a Deus, agora eles não poderiam mais viver no maravilhoso jardim do Éden. Daquele momento em diante, os dois sairiam do jardim. Teriam que plantar e trabalhar duramente se quisessem ter alimento.

Foi a desobediência que fez com que a terra produzisse, daquele momento em diante, ervas daninhas e espinhos. Eles teriam que se esforçar muito, e os dias seriam cansativos. E, como Deus tinha dito, um dia morreriam.

Deus expulsou-os do jardim e colocou anjos e uma espada de fogo que dava voltas em todas as direções.

Deus fez isso para que ninguém chegasse perto da árvore da vida.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *