Amarás ao Senhor teu Deus e Amarás ao teu próximo como a ti mesmo

SÓ DOIS 

A sabedoria de Jesus, Ele era e é Deus, com a maior naturalidade conseguiu de maneira maravilhosa e integral resumir e aprofundar os mandamentos dando-se ao luxo de reduzí-los a apenas dois: “Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração” – o coração é o órgão do corpo humano que se manifesta rápida e visivelmente com a presença da emoção, do sentimento, contagiando todo o corpo. Por isso aplaudimos, cantamos, sorrimos, choramos, abraçamos e queremos manifestar de mil maneiras nossa emoção. E é por isso que Jesus afirmou que temos um débito emocional com Deus, pois a Pessoa Dele deslumbra o nosso coração e encanta todo o nosso ser. Quantas vezes já experimentamos cantar um hino, chorar e sorrir ao mesmo tempo na invocação do Nome de Deus!
“De toda a tua alma” – Deus elaborou o Plano da Redenção na Eternidade em Cristo, antes que formasse o universo. O Espírito Santo me revelou isso e aceitei e desta forma minha alma foi redimida para todo sempre. Logo, eu tenho um débito espiritual para com Deus e devo amá-lo de toda a minha alma.
“De todo o teu entendimento”- Entendimento é RAZÃO. Um amor por razões erradas ou equivocadas desfigura o amor ou qualquer manifestação de adoração e reconhecimento. Deus se revelou ao homem em doses homeopáticas mas de maneira inequívoca e suficiente. Deus me fez um ser racional para que eu tenha comunhão com Ele, logo eu tenho esse débito com Ele.
“De todas as tuas forças”- Meus talentos, meu vigor físico, meus dotes artísticos, minha criatividade, etc, são as minhas forças, que expressam minha origem na sabedoria de Deus. E eu devo dedicá-las a Ele como o Supremo Autor e Criador de todas as coisas. Eu tenho este débito para com Deus.
“Amarás ao teu próximo como a ti mesmo”. É a demonstração de que diante de Deus somos todos iguais. Neste triângulo Deus está no

 

ápice e eu e meu próximo na base. Não posso discriminá-lo nem tratá-lo preconceituosamente. E, finalmente, ambos somos criaturas de Deus. Tenho este débito para com Deus.
Justifica-se aí o caos instalado em todas as eras e em todos os lugares. O homem não consegue cumprir 2 mandamentos!
Vi na TV, ontem, um documentário sobre um país da Europa que possui um restaurante o qual permite a entrada de cachorros de estimação com seus donos e promoveu nestes dias um jantar de gala só para os animais e houve um homem que viajou 200 quilômetros só para levar o seu cão de estimação. O espaço não me permite falar sobre a alegria, a vibração e as entrevistas com os donos desses cães. Jesus não explicou quem era o “teu próximo” porque não podia imaginar que ele fosse um cão! Entre os sete bilhões atuais de habitantes do mundo um bilhão passa fome!

cachorro_sendo_servido

 

SÉRIE DE MEDITAÇÕES, “PENSO, LOGO EXISTO”

N°19   –   SÉRIE X

Compartilhe

One thought on “Amarás ao Senhor teu Deus e Amarás ao teu próximo como a ti mesmo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *