Bem Estar

O BEM-ESTAR

Habitamos num mundo obsecado pelo progresso, pelo consumo, pelo individualismo, pela competição econômica, pela força monetária que nos isola e embrutece. A corrida por estas conquistas e a posse delas não tornou o homem mais feliz. A busca desenfreada e a qualquer preço desse ideal deflagra a desigualdade social, fator indiscutível de sofrimento. Quanto mais o homem se isola em busca dos seus ideais, mesmo quando os alcança, ele se sente solitário pois está cercado de seus iguais que também se isolaram e o veem como são vistos. Partem então em busca de objetos compensatórios já que seu mundo é essencialmente material, concreto, palpável, reificado (tendência a ver todas as realidades do mundo como se fossem coisas, objetos físicos), gerando mais decepção e desalento. A felicidade bate asas. O homem é um ser moral e ele precisa realizar-se nesse padrão. Deve ser estimulado a responder assim e comporta-se assim; então será feliz e fará o outro feliz, pois deixou de se ver no espelho do individualismo egocêntrico e vislumbrou os que dependem de sua cooperação voluntária e responsável. Caso contrário, vai flutuar no imponderável, numa atmosfera sem gravitação.Bem Estar

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *