Rei Davi é coroado Rei de Israel depois da morte do Rei Saul

Davi ficou muito triste por causa do que ocorrera a Saul e a seus filhos. Também nunca guardou rancor pelo que Saul lhe fizera em vida. Davi aprendera a respeitar e a gostar muito de Saul. Davi mandou mensageiros aos homens que tinham sepultado Saul e seus fhos. Mandou bênçãos em nome do Senhor por terem praticado aquele ato nobre: um sepultamento digno de um homem. Depois de tudo, Davi perguntou a Deus sobre o que fazer e para onde ir. Escutou tudo direitinho e obedeceu ao Senhor.
Davi, então, partiu com suas duas esposas. Seus homens também partiram com ele e levaram suas respectivas famílias.
Pouco tempo depois, os homens de Judá ungiram Davi como rei sobre quase todas as regiões de Israel.
No entanto, um homem chamado Abner, capitão do exército de Saul, havia conseguido escapar do domínio dos filisteus. Ele pegou um dos filhos de Saul, e o coroou rei sobre várias regiões de Israel (é que ele não concordava com as idéias de Davi). O povo de Judá, no entanto, seguia firme Davi, seu novo rei.Abner saiu para lutar contra Joabe, servo de Davi. A batalha aconteceu, e a luta foi bastante cruel.
Abner viu que perderia a batalha e, com medo da derrota, resolveu juntar o exército de Is-Bosete ao exército de Davi.
Davi fez-lhe algumas exigências e aceitou a idéia de Abner.
Entretanto, Joabe, ainda meio preocupado com Abner, pensou que ele estivesse tramando alguma coisa. Mandou mensageiros atrás dele e marcaram um encontro.
Joabe pediu a Abner que falassem a sós e, de repente, acabou com sua vida.
Foi essa uma maneira de Joabe aplicar uma lição em Abner, pois este havia derrotado o irmão de Joabe em uma antiga batalha.
Davi ficou sabendo a respeito dessa maldade e puniu quem merecia.
E muito triste quando a vingança está presente no coração das pessoas. Surpresas tristes e dolorosas acontecem. Elas desagradam a todos, principalmente a Deus!
Todas as tribos de Israel foram conversar com Davi:
Somos todos parentes, Davi! Somos seus ossos e sua carne! O Senhor disse que você cuidaria do povo e nos conduziria!”
E assim os principais líderes e anciãos do povo declaram e ungir a Davi como rei de Israel. Tudo aconteceu segundo a vontade de Deus.
Ele começou a reinar com a idade de trinta anos.
Mais tarde, Davi partiu com seus homens a Jerusalém. Queriam tomar posse daquela região. Mas os servos de Davi o avisaram de que o povo de Jerusalém não se entregaria tão facilmente. Jerusalém tinha imponentes muros ao redor, e os seus habitantes confiavam naquilo como proteção.
Davi ordenou a seus homens que tomassem Jerusalém com valentia. Isso aconteceu!
Jerusalém, a partir de então, ficou conhecida como a cidade de Davi,
Logo todos os filisteus ficaram sabendo que Davi havia sido escolhido como rei de Israel. Como eram guerreiros e não gostavam de Davi, mandaram tropas para lutar com o novo rei de Israel. Mas Davi, sempre pedindo orientação a Deus, vencia os exércitos inimigos de maneira esplêndida.
Deus nunca deixa de ficar ao lado dos homens bons e justos. Sempre os orienta para que sigam o melhor caminho!
Davi formou uma tropa com milhares de homens; todos escolhidos a dedo. E partiu para buscar a Arca da Aliança, de judá para Jerusalém,
Em Judá, os homens de Davi puseram a arca sobre uma carruagem nova guiada por dois homens.
Todos festejavam levando a arca para Jerusalém. Muitos tocavam instrumentos musicais, outros cantavam e dançavam. O povo dava graças ao Senhor.
Quando finalmente a arca chegou a Jerusalém, todo o povo que a esperava vibrava de alegria. Era uma felicidade só!
Davi saltava com todas as suas forças ao som das trombetas.
Assim que puseram a arca no seu devido lugar, Davi ofereceu holocaustos perante o Senhor.
Davi leva a arca para Jerusalém
Quando Deus recebe alegria das pessoas, Ele sorri lá do céu! Mical, esposa de Davi e filha de Saul, viu quando Davi e o povo chegaram a Jerusalém trazendo alegremente a arca de Deus. Ela observou tudo; olhou pela sua janela e viu Davi bailando e saltando de pura alegria e gratidão a Deus. Mas ela, com um coração muito duro, julgou aquela atitude nada adequada a um rei. Por causa disso, Mical desprezou Davi em seu coração.
Em sua alegria, Davi deu pão, um bom pedaço de carne assada e passas a cada pessoa do seu povo. Depois, cada um foi para sua casa muito feliz com tudo o que acontecera naquele dia. Davi, porém, ao chegar a seu lar e querendo abençoá-lo, viu que Mical estava bem aborrecida. E ouviu da esposa:
Que belos modos são esses? Agindo dessa maneira, nem parece que você é um rei! Você parecia um bobo da corte diante da cidade inteira!”, disse ela, muito
autoritária. “Eu me alegrei diante de Deus porque Ele me escolheu para reinar sobre Israel. Se o Senhor me colocou como soberano sobre este povo, eu darei
louvores a Ele de todo o coração.”, respondeu Davi. É muito perigoso, quando há rancor no coração, julgar ou condenar o comportamento de outra pessoa; principalmente quando é um comportamento que não faz mal a ninguém! Agora havia tranqüilidade em Israel pela primeira vez! Fazia tempo que não havia paz, pois sempre guerreavam contra os inimigos que estivessem ao redor. Davi, conversando com o profeta Natã, disse: “Estou eu aqui morando nesta bela casa de cedro, e a Arca de Deus mora dentro de cortinas!” Faça aquilo que está no seu coração, Davi”, argumentou o profeta, ‘pois o Senhor está com você.”
Era hora de ter uma casa fixa para os louvores a Deus. Desde a saída do Egito, Deus e a tenda do tabernáculo caminhavam junto com o povo pelo deserto. Agora o povo teria um templo para cultuar a Deus. Natã, tendo escutado, certa noite, a voz do Senhor, levou a seguinte mensagem ao rei Davi: “Você não chegará a construir o templo, mas um descendente seu edificará a casa do Senhor. Você, Davi, e os seus descendentes estarão no trono para sempre.”
Todas as pessoas precisam de um lugar para morar!
Deus também muito se alegra com Sua casa e com as pessoas que ali vão para conversar com Ele.
Davi jamais se esqueceu de jônatas, seu grande amigo. Davi havia prometido ao amigo cuidar da sua família, caso algo de ruim acontecesse. Para Davi, a
promessa que havia feito a jônatas, de cuidar de seus familiares, seria cumprida à risca.
Certo dia, trouxeram um servo que havia trabalhado na casa de Saul.
Davi perguntou a ele: “Ziba, existe ainda alguém descendente de Saul para que eu tome conta? Assim prometi a jônatas!”
“Bem, meu senhor, há um filho de jônatas que tem um defeito em ambos os pés.”, respondeu Ziba.
Davi, logo todo interessado, queria saber onde ele estava. E soube, através daquele servo, onde Mefibosete (este era o nome do filho de Jônatas) vivia. Davi mandou que o trouxessem. Mefibosete se jogou ao chão diante de Davi porque teve medo. “Não se preocupe! Vou dar a você tudo o que pertencia a Saul, seu avô, e a Jônatas! Eu amava
muito o seu pai. Eramos grandes amigos, e prometi cuidar de sua família. Você terá estas terras, e Ziba trabalhará para que a terra seja produtiva. Ficarei feliz se você sempre for comer na minha casa comigo.”, disse Davi. Uma grande amizade nunca é esquecida. Ela nos ajuda a viver melhor!

Davi e Mefibosete

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *